sábado, 12 de setembro de 2015

Resumo - Romance de clã Tzimisce





**By Acodesh**

Parte 1: Conselho de Guerra

O Livro começa com uma carta bastante emotiva de Lucius para Vykos. Carta na qual ele revela esperar vê-la novamente etc e tal.

Sábado 19 de Junho de 1999 21h 12 min
Sala Chandler, Hotel Omni, Centro CNN
Atlanta Georgia

O arcebispo sabá de Nova York, Francisco Domingo de Polônia, analisa a sala de reuniões na qual ocorrerá o conselho de guerra, e dá atenção especial à enorme mesa de carvalho. A sala estaria apinhada de perigosos membros sabá em uma hora....Polônia fica ponderando sua posição dentro do grupo, analisando a presença sabá nas cidades próximas etc.
Polônia usa um dedal para ferir um Toreador amarrado e pendurado que também estava na sala, e vai até a porta. Em seguida o arcebispo penetra no reino de sombras e passa a analisar a sala a partir do reino tenebroso. Um ser de trevas surge e começa um diálogo com Polônia. Ambos detectam uma bomba incendiária escondida, que fora neutralizada por um turbilhão de sombras – O “enviado” pergunta se isso é obra de Borges. Polônia diz que esta é a marca registrada dele. O ser de sombras pergunta se Borges comparecerá ao encontro, Polônia responde positivamente.
Em seguida Polônia considera que Atlanta está muito mais perto da cidade de Borges do que da dele, que haveria um embate por domínio de territórios. O ser de sombra pergunta se a Regente virá, e Polônia responde negativamente – a regente estava ocupada administrando a cidade do México. Polônia é cauteloso com as palavras por ter receio de que a regente, assim como ele, pudesse arrancar informações dos “enviados”.
Depois disso a conversa aborda a vinda da emissária de Monçada, Sasha Vykos, bem como a Maldição sanguínea – aniquilada pelo mais novo membro da universidade de cardeais. Polônia e o enviado ponderam a estranheza das ações de Monçada, uma vez que o ataque em Atlanta em nada o beneficiava. Polônia imagina que Monçada quer sabotar a coisa toda para enfraquecer o sabá do novo mundo, enfraquecendo assim a base de poder da regente.
Polônia entrega uma arma de prata para o ser de Sombras e o ordena que ataque Vykos durante o conselho de guerra quando ele der um sinal. Polônia diz que o ser de sombras deve enviar cumprimentos ao mestre do “enviado” – e que está honrado de continuar como seu servo.
Em seguida Polônia retorna para o mundo mortal.

Sábado, 19 de Junho de 1999, 23h35min
Sala Chandler, Hotel Omni, Centro CNN
Atlanta Georgia

Na ante sala Caldwell e Costelo discutiam, e Borges foi o responsável por acalmar os ânimos e impedí-los de caírem na porrada. Novos atritos verbais surgem entre outros membros do sabá. Pra resumir, por pouco todos quase se matam. Estão presentes Vallejo, Borges, Averro, Hardin, uma representante de Montreal, o Lasombra Sebastian, um carniçal grandalhão e o tzimisce que o criou, cujo nome era alfaiatezinho de Praga. Depois de muitos desentendimentos, Borges dá a reunião como encerrada naquela noite, e que recomeçaria na noite seguinte.

Domingo, 20 de Junho de 1999, 02h37min
Suíte da Cobertura, Hotel Omni, Centro CNN
Atlanta Georgia

Sebastian e Borges conversam sobre o teor da reunião da noite anterior. Borges fica satisfeito com a prévia ausência de Polônia, o que permitiu-lhe ter certo destaque como “líder” – além do fato de ter permitido dar continuidade as suas maquinações por controle do território a ser conquistado. Sebastian e Borges planejam o que pretendem fazer na reunião seguinte.

Domingo 20 de Junho de 1999, 23h18min
Sala Chandler, Hotel Omni, Centro CNN
Atlanta Georgia.

Sebastian e Vallejo quase entram em combate físico depois de uma acalorada discussão. Polônia  finalmente chega. Caldwell ensaia um deboche, mas Averro o impede. Caldwell tenta arrancar o coração de Averros, mas acaba com a mão quebrada, pois o Lasombra havia construído e vestido um colete super resistente feito de sombras. Averros o avisa que na próxima palhaçada, irá matá-lo... Caldwell sabiamente se submete e se cala.
Polônia começa a discursar. Ele fala da Maldição de Sangue, dos conflitos internos da Camarilla e de como o exílio aos brujah imposto pelo príncipe , era benéfico a uma invasão do sabá. O restante dos membros fala da ameaça dos gangrel, mas se tranquilizam mutuamente pelo fato do baixo número de vampiros deste clã nas proximidades. Por fim dizem que a única ameaça restante são os Tremere. O grupo reunido pergunta para a feiticeira koldúnica presente, cujo nome é Madame Paula, a respeito do poder da capela Tremere. Ela responde “poder suficiente” “deve-se esperar baixas consideráveis”.
Vallejo toma a palavra e diz ter uma mensagem do cardeal para polônia. A mensagem foi dita em voz alta: A embaixadora do cardeal, Sasha Vykos, neutralizaria a ameaça Tremere.
Todos deram risada, mas Polônia fez com que se calassem. Sebastian e Borges pedem que se explique como Vykos faria tal coisa sozinha. Vallejo diz que não tem permissão de revelar coisa alguma – e que o cardeal deu sua palavra. Monçada havia enviado nomes de peso, Vykos, o Alfaiatezinho e a feiticeira Koldúnica.
Os ânimos se inflam novamente, mas logo se acalmam. Borges diz para retornarem ao assunto sobre o cerco, e Polônia interrompe dizendo que não haverá cerco algum.

Segunda feira 21 de junho de 1999, 02h42min
Uma gruta subterrânea

Uma figura nervosa pega um papel e começa a fazer anotações com surpreendente agilidade.


Segunda Feira 21 de Junho de 1999, 04h43min
13º Andar do Hotel Buckhead Ritz-Carlton

Os 3 toques na porta fazem com que Vykos guarde a carta e vá ver quem batia. O carniçal Ravenna hesita para anunciar que trata-se de um assamita, mas é morto pelo próprio antes de conseguir fazê-lo. O visitante passa por cima do corpo do carniçal. O assamita e a Tzimisce prosseguem com sua negociação.
O assamita estranha o fato de Vykos estar totalmente sozinha, com tantos na região querendo matá-la. Vykos responde que é a pessoa mais protegida de Atlanta porque os mestres assamitas não permitiriam que ela morresse antes de finalizarem um negócio pendente, seja por agentes assamitas ou por fontes externas – pois as suspeitas cairiam sobre eles.
O visitante sorri de acordo, e diz que somente por aquela noite, ele seria a apólice de seguros de Vykos. O assamita entrega uma bolsa para Vykos, contendo a cabeça e as mãos de Hannah, líder da capela Tremere. Vykos questiona se havia certeza de tratar-se mesmo de Hannah. O Assamita demonstra que a magia ainda está presente nas mãos da bruxa – uma vez que a faca não a cortava e a foice não a destruía. Ao serem tocadas, as linhas das mãos formavam uma série de símbolos mágicos complexos e perturbadores.
Vykos diz que isso só prova que as mãos pertenceram a uma Bruxa, não especificamente Hannah. A tzimisce segura a cabeça de Hannah e começa a arrancar-lhe os cabelos. Depois enfia o dedo nas órbitas.. faz algumas alterações – o tempo todo indagando-se se aquela era de fato Hannah. O assamita diz que em pouco tempo a cabeça ficará irreconhecível se ela continuar a modificá-la. Vykos pergunta o nome do assamita, que não esconde recusar-se a dizer o nome verdadeiro – diz apenas que ela pode chamá-lo de Parmênides
Num determinado momento Sasha mostra a cabeça completamente alterada. Agora a face era idêntica a do assamita. Vykos diz que não se pode confiar apenas em imagens. O assamita sente os lábios de Vykos em sua garganta.

Segunda feira, 21 de Junho de 1999, 22h21min
Sala Chandler, Hotel Omni, Centro CNN
Atlanta Georgia.

O anúncio de Polônia causou um conflito. O sabá havia empregado inúmeros recursos num cerco que não aconteceria. Polônia explica que não haverá cerco porque tudo será resolvido num único ataque a ocorrer à meia noite, da noite seguinte. Na noite em que ocorre este Conselho de guerra, 4 vampiros são mortos durante as discussões. Muitos corpos agora estavam pendurados pela sala.
Neste momento, Vykos chega e causa comoção entre os Tzimisce presentes. Vykos chega com um presente: a cabeça de um Assamita enviado para matá-la. Em seguida Vykos joga as mãos de Hannah sobre a mesa, e os símbolos arcanos começam sua dança perturbadora. Os tzimisce fazem uma grande reverência para Vykos, arrancando os membros dos corpos presentes e construindo um trono de honra para que ela se sentasse. Vykos desfruta do trono, para em seguida subir na mesa e começar a discursar calorosamente sobre o ataque. Os Tzimisce enlouquecem.
Polônia decide que Vykos precisava ser destruída. Ele gira seu anel, e este era o sinal que havia combinado com o ser de sombras. O “enviado” ataca Vykos com a adaga de prata que Polônia lhe entregara anteriormente. Vykos cambaleia para frente. O enviado sussurra no ouvido de Polônia que os seres de sombra tem um favor para pedir em troca – e que ele seria rude se não fosse vê-los em breve (os seres de sombra de ferem ao tocar objetos de prata). O ser de sombras se vai e Polônia tem a certeza de que ninguém na sala era capaz de ouvir os "enviados".
Vykos vira-se para trás, e o único em sua linha de visão era Averros. Ele tenta dizer que não foi responsável pelo ataque, mas os demais Tzimisce pularam em cima dele num piscar de olhos. Vykos grita de dor e remove a adaga – e logo em seguida cai. Polônia se pergunta se ela morreu. Polonia escuta um som que julga ser uma diablerie em andamento, mas ao se aproximar percebe que foi dado ao corpo de Averros a forma de um altar baixo de mármore, feito de carne. Vykos e os demais tzimisce fazem uma comunhão de sangue. Polônia fica muito insatisfeito e sai, dando ordem para que seu servo reúna todos os seus comandantes em seus aposentos. Polônia se afasta, mas já é possível ouvir  as primeiras notas da Dança de Fogo.

Parte 2: A Dança de Fogo

Terça feira 22 de Junho de 1999 , 00h07min
Peachtree Street
Atlanta Georgia

O grupo de Caldwell e Vallejo estava numa das ruas adjacentes ao museu. Vallejo estava  impaciente esperando que Caldwell acatasse a ordem de aguardar, ao invés de atacar - pq já havia passado de meia noite e cabia ao Tzimisce Caldwell fazer seus subordinados cumprirem  a ordem – ordem que veio de Vykos – e que Caldwell queria de todo jeito desobedecer. Vallejo quase perde a paciência com o tzimisce por estar colocando toda operação em risco. Neste momento Vykos aparece e Vallejo se recorda das outras ocasiões em que cruzou com ela.
Vykos explica a estratégia para Cadwell (o grupo dele era a patrulha que impediria os reforços de ajudarem o príncipe), e em seguida agarra-lhe a cabeça e faz o crânio virar geléia. A tzimisce vira-se para o servo de Caldwell e o manda dar a ordem de aguardar. Vallejo a vê indo embora e achou tê-la ouvido cantarolar baixinho.

Terça feira, 22 de junho de 1999, 00h26 min
Perto do High Museum of Art
Atlanta Georgia

Marcus mantinha com dificuldade Jorge, Delona e Delora na linha. Eles aguardavam por ordens para atacar. Subitamente observam Vegel saindo do Museu. Jorge o ataca sem a permissão de Marcus (que estava no comando). Com reflexos incríveis, Vegel evita o ataque. A luta de Vegel com o grupo é descrita pela perspectiva dos membros do sabá. Quando o grupo sabá perde Vegel de vista, Marcus se enfurece por ter sido enganado por um único inimigo. Marcus ataca Delora de surpresa, quase arranca sua cabeça e drena-lhe o sangue.
Nesse momento o rádio toca e Marcus recebe a ordem de apertar o cerco, reduzindo a distância para 45 metros. Marcus estranhou porque a voz não era de Caldwell, mas sim a de seu ajudante. Marcus ordenou que o grupo o seguisse, e ficou satisfeito por desta vez ser obedecido sem gracinhas.

Terça feira 22 de junho de 1999 , 00h50 min
Peachtree Street
Atlanta Georgia

O esquadrão de legionários de Vallejo usa toda sua maestria sobre as sombras pala projetar uma imensa escuridão no local. Um dos legionários manifesta-se em forma de sombra e reporta que o estacionamento e as outras saídas já estão em segurança. Vallejo dispensa o legionário, pega o rádio  e avisa ao comandante Bolon sobre o sucesso da fase dois do ataque. Vallejo vê seres enormes de sombra dirigindo-se para o museu e ri consigo mesmo, sabendo que Monçada não enviaria um esquadrão inteiro de legionários para um ataque que “talvez” desse certo. Os carniçais guerreiros tzimisce também avançam rapidamente para a batalha. Por fim, Vallejo assume a forma sombria e avança com ainda mais velocidade.

Terça feira 22 de junho de 1999 , 01h04min
Quarto andar do High Museum of Art
Atlanta Georgia

Novamente a cena onde o Príncipe e o Arconte Brujah quase estão caindo na porrada é mostrada, seguida pela surpreendente imersão em trevas. O ataque do sabá foi rápido e fulminante – em poucos minutos quase todos os membros da camarilla morreram. Julius, Benison e Eleanor resistiam bravamente, Leopold teve boa parte dos ossos quebrados e foi lançado pela janela. Contudo, por mais que fossem abatidos aos montes por Julius e Benison, os inimigos pareciam nunca diminuir de número. Num determinado momento, diversos inimigos saltam sobre o príncipe e Eleanor parece não ser capaz de livrá-lo. O príncipe cai e é coberto por ataques – Julius corre para ajudá-lo.

Terça feira 22 de Junho de 1999 , 01h10 min
A Dança de Fogo
Atlanta Georgia

Uma explosão abala o último piso da capela Tremere. O fogo se espalha descontrolado. O sarcófago contendo os restos de Hannah começa a queimar, mas é retirado do perigo por “mãos sujas que ignoravam o calor e a dor”.
O refúgio do príncipe Benison também é destruído, sua coleção inestimável de espingardas foi roubada.
O sabá faz uma grande fogueira em frente ao museu e começa o ritual da dança de fogo, após saquear e tocar o terror no centro da cidade.

Terça feira 22 de Junho de 1999 , 01h12min
Estacionamento do museu
Atlanta Georgia

Bolon, o temível líder dos carniçais guerreiros aguardava. Uma massa de sombras aparece e assume forma humana: era Vallejo. O Lasombra relata que ocorreram várias baixas, que o arconte e o príncipe ainda resistem, mas que o Sabá logo seria vitorioso. Bolon pensa: “quando se quer algo bem feito...” – Em seguida Bolon ordena que os demais carniçais posicionem certos barris de petróleo que haviam trazido.
Vallejo reflete sobre a experiência poderosa de fusão de corpos sombria, que permitia que os legionários demonstrassem grande poder. Vallejo se transforma em sombra novamente e volta para a batalha.

Terça feira 22 de Junho de 1999 , 01h 18 min
4º andar do museu de arte
Atlanta Georgia

Julius e Eleanor conseguem salvar o Príncipe Benison. O trio também consegue abrir caminho até perto da entrada principal da galeria. Eles protegiam um ao outro com perfeição - Eles chegam na escada e começam a ter esperanças... contudo as paredes e as portas gigantescas de metal desabam. Julius e Benison conseguem se esquivar, ao contrário dos carniçais guerreiros – Eleanor fica presa, sendo parcialmente esmagada por centenas de quilos. Bolon e seu grupo chegam, Julius deduz corretamente que eles foram os responsáveis pelo desabamento.
O petróleo é derramado, e uma inundação de chamas faz seu caminho, cobrindo Eleanor – e alguns carniçais guerreiros, sacrificados para aniquilar a última resistência da Camarilla.
Benison inicialmente fica abalado com a morte de sua esposa, mas logo em seguir torna-se um assassino frio e de absoluta eficiência. Antes era o príncipe que seguia o arconte...agora ocorria o contrário. O sabá parecia incapaz de dar cabo dos dois, que lutaram novamente de um lado da Camarilla a outro. Entretanto Julius sabia que era questão de tempo até que um deles fosse ferido, deixando o outro desprotegido e incapaz de resistir por mais do que um instante. Julius se assusta com a eficiência de Benison e evita ficar na frente dele por medo do malkaviano, em seu estado emocional abalado, não reconhecê-lo.
Num determinado momento ambos parecem encurralados pelos carniçais guerreiros e por uma parede de sombras. Benison chama Julius respeitosamente, e diz que eles precisam “fazer uma retirada para os bosques”. Logo em seguida o príncipe desaparece nas sombras, Julius deduz que ele enlouqueceu de vez. Sabendo que iria morrer em breve se não estivesse junto do príncipe, Julius pragueja e se deixa imergir nas sombras.

Terça feira , 22 de Junho de 1999 , 01h 21 min
Parte exterior do museu de arte
Atlanta Georgia

Marcus cutuca o corpo de Leopold, mas perde o interesse por não ter mais paciência para esperar. Ele queria se juntar ao combate e imaginou que uma patrulha a menos não faria mal. Marcus ordena que seu grupo avance.

Terça feira 22 de Junho de 1999 , 01h29min
4º andar do museu
Atlanta Georgia

Julius se vê imobilizado pelas sombras e pragueja a Benison. Um par de mãos começa a puxar o arconte – Julius acredita ser um carniçal guerreiro querendo matá-lo, mas as mãos pertenciam a Benison. O príncipe havia se libertado sozinho de alguma forma, e agora livrava o arconte. A luta recomeça! O príncipe passa por uma saída de emergência e chama o arconte. Julius novamente sente esperança – O brujah passa pela porta e é recebido por um mundo de doidos.

Terça feira 22 de Junho de 1999 , 01h32min
4º andar do museu
Atlanta Georgia

O grupo de Marcus adentra a galeria. Marcus e Bolon, os dois gigantes, se encontram – Marcus vê vários carniçais esmurrando a porta de metal, que não cedia. Uma sombra se coloca entre Marcus e Bolon...assumindo forma humana. Vallejo se manifesta e diz, frustrado, que os legionários não estão conseguindo passar pela porta e que nunca viu bloqueio parecido. Marcus usa toda sua força Tzimisce e lança-se contra a porta, que desta vez cede. Marcus nunca poderia ter imaginado o que encontraria ao passar pela porta.

Terça Feira 22 de junho de 1999 , 01h36min
4º andar do museu
Atlanta Georgia

Julius se depara com uma trilha íngreme e bosques em uma montanha, e não o museu de arte. Marcus arromba a porta e fica tão surpreso quanto Julius. O arconte retalha o tzimisce  e as entranhas se espalham pelo chão. Julius percebe que a loucura daquele lugar impede a entrada dos lasombra. Repentinamente o cenário muda para uma clareira com soldados confederados em fila dupla prontos para disparar (o príncipe havia sido um confederado). Julius se deixa guiar pelo príncipe, que parecia acreditar estar no 37º regimento da Georgia – o príncipe de alguma forma manifestava sua loucura no mundo físico.
O “regimento” dispara e  balas transpassam os carniçais, arrancando membros e quebrando ossos. Logo em seguida os lasombra conseguem penetrar naquela realidade e matam todos os soldados do regimento. Depois disso a escuridão despenca sobre Benison, que desaparece nas trevas. A própria paisagem se encolhia e girava, a demência encarnada de Benison bateu contra as trevas e as sombras foram estilhaçadas, fugindo como mil víboras negras atiradas para todos os lados. A loucura sem controle começa a formar uma espécie de redemoinho que sugava todos os inimigos, e com um estrondo se dirigiu para as profundezas da terra. O distúrbio do príncipe matou os carniçais tzimisce, mas no fim também reclamou o próprio Malkaviano. A realidade volta ao normal e Julius se vê na beirada do poço do elevador, e por estar desorientado recebe o golpe de Marcus – o Tzimisce segurava suas tripas com uma das mãos. O golpe quebrou o maxilar de Julius e o lançou numa queda de 90 metros. O ombro de Julius se despedaça, e o arconte só tem tempo de ver o corpanzil do Tzimisce que pulou sobre ele com toda força, quebrando a coluna do arconte. Julius apaga.

Terça feira 22 de Junho de 1999 , 01h51min
4º andar do museu
Atlanta Georgia

Bolon fica com raiva ao perceber que seus 50 carniçais guerreiros estavam mortos. Vallejo e 9 de seus legionários voltaram a forma humana, mas estavam totalmente desorientados e vomitando sangue – 3 legionários haviam sumido. Bolon acha que Marcus endoidou quando relatou que o príncipe sumiu num ciclone, mas estava feliz pelo fato do companheiro estar carregando o corpo do arconte Brujah – o que não era pouco. Marcus havia curado suas feridas a ponto de manter as entranhas do lado de dentro.
Bolon envia Marcus para se encontrar com o comandante Gregorio, em reconhecimento das habilidades do companheiro tzimisce que derrotou o arconte. Quando Marcus se vai, Bolon em seu desejo por mais poder, comete diablerie no poderoso arconte.

Terça feira, 22 de Junho de 1999 , 02h03min
4º andar do museu
Atlanta Georgia

Vykos estava sozinha em meio a destruição, admirando o cenário. Ela agarra um dos legionários e ordena que chame Vallejo, Bolon e o lacaio de Caldwell. Vykos encontra o alfaiatezinho chorando de soluçar diante de seus carniçais mortos. A tzimisce exige um relatório de Vallejo, quer saber o que houve com todos os carniçais. Vallejo e Vykos encontram Bolon logo depois que este terminou a diablerie – ele relata a perda dos carniçais, e Vykos furiosa exige que uma nova tropa seja “construída” no prazo de uma semana, porque a guerra com a camarilla não havia acabado. Vallejo e Vykos se retiram.

Terça feira, 22 de Junho de 1999, 03h15min
Estacionamento do museu
Atlanta Georgia

Vykos inspeciona os poucos prisioneiros e encontra Victoria. A tzimisce a “marca” com um beijo – deixando com os lábios o símbolo do clã Tzimisce moldado na bochecha da toreador. Vykos ordena que Victoria seja levada para a oficina de carniçais.

Terça feira 22 de Junho de 1999 , 05h12min
13º andar do hotel Buckhead Ritz-Carlton
Atlanta Georgia

Parmênides acorda e sente muita dor. Vykos está mudando a aparência do assamita. A dor absurda faz Parmênides desmaiar de novo.

PARTE 3: A FRAUDE

Terça feira , 22 de Junho de 1999 , 21h46min
Estação de carga CSX
Atlanta, Georgia

Victoria acorda, está nua e presa a uma cadeira – ela percebe estar dentro de um vagão. O captor tzimisce zomba dela o tempo todo, chamando de “puta toreador” , “puta de ventrue” e exibindo o celular da limousine de Vegel enquanto diz “quer ligar para o seu cliente?”  (Victoria estava agarrada ao celular quando foi capturada). O captor se identifica como Elford e exibe uma garra mais afiada do que um bisturi. Victoria entra em pânico e vomita sangue.

Quarta feira , 23 de junho de 1999 , 03h52min
East Bay Street
Charleston, Carolina do Sul

O príncipe Toreador Davis Purrel e o mortal Antoine Purrel observavam o incêndio causado pelo Sabá, incêndio cada vez mais perto. Eles ouviram notícia do saque de Atlanta mas não imaginaram que o sabá também atacaria sua cidade a centenas de quilômetros. O sabá havia tomado a cidade pelo mar. O mortal decide fugir, mas o príncipe decide se deixar queimar pelas chamas.

Quarta feira , 23 de Junho de 1999 , 03h59 min
13º andar do Hotel Buckhead Ritz-Carlton
Atlanta, Georgia

Vykos se admira com a tenacidade de Parmênides para suportar a dor. O instinto de sobreviver e matar de sua cobaia era admirável. Mesmo totalmente preso, tentava atacar Vykos.
Parmênides diz que seus mestres matarão a tzimisce, e Vykos começa a bater palmas até os ossos de suas mãos caírem. Parmênides diz que ela não é imune a ferimentos e que os mestres encontrarão um modo de matá-la. Vykos faz pouco caso e restaura suas mãos facilmente, e diz que está muito satisfeita com ele, exceto por uma coisa... por achar que seria tão imprudente a ponto de fazer tudo aquilo sem o conhecimento e aprovação dos mestres Assamitas. Parmênides era um presente para Vykos, uma oferta de paz, um fruto do acordo entre os clãs.

Quarta Feira 23 de junho de 1999 , 04h41min
Estação de Carga CSX
Atlanta Georgia

Victoria analisa as alterações hediondas que Elford havia feito em seu corpo. A toreador começa a traçar um plano para moldar os pensamentos e emoções de seu captor com a mesma maestria com que ele moldava seu corpo. Contudo, seu plano principal era convocar um salvador com o uso de Presença.

Quinta feira 24 de Junho de 1999 02h51min
Interstate 40
Leste de Asheville, Carolina do norte

Hardin e seu grupo viajam quando o caminhão apresenta o que parece ser um problema mecânico. Quando Hardin percebe que ao invés de colocar diesel, seu comparsa colocou gasolina... mata o comparsa e um outro policial que apareceu no momento. O grupo segue viagem.

Quinta feira 24 de Junho de 1999 03h00min
13º andar do hotel  Buckhead Ritz-Carlton
Atlanta Georgia

Parmênides pensa em seu passado e em seus mestres. Ele recorda-se das Palavras de Anulação inscritas em seu espírito (uma espécie de suicídio ao qual o assamita pode recorrer caso capturado) e de como não as está conseguindo ativar. Ele imagina se tem algo relacionado com a bruxaria de Hannah, mas logo descarta essa possibilidade.

Quinta feira 24 de junho de 1999 03h04min
Estação de Carga CSX
Atlanta Georgia

Victoria continua sendo torturada, até que um homem e uma mulher aparecem e derrotam Elford. A toreador percebe que não era ela que a dupla esperava encontrar. Victoria usa seus poderes de Presença para fazer com que eles a levem consigo. A dupla de setitas foi enviada por Hesha para resgatar Vegel, e estavam guiando-se pelo sinal do celular. Victoria pede para certificarem-se que Elford estava mesmo morto, pega uma lembrança do evento ao qual acabara de sobreviver...e parte com os 2 setitas – que estão indo para Baltimore.

Sexta feira 25 de junho de 1999 , 03h41min
13º andar do Hotel Buckhead Ritz-Carlton
Atlanta Georgia

Vykos e Parmênides conversam. A tzimisce diz que é uma honra para o assamita ter sido entregue para ela e que o acerto impediria aos tremere se vingarem dele (pq ela mudaria a aparência de Parmênides – ela o estava “reciclando”). Vykos completa que o ódio mútuo dos clãs pelos Tremere estava servindo de cola par a união dos Tzimisce e Assamitas. Os assamitas ajudariam os Tzimisce, e os demônios “reciclariam” os assamitas que estivessem correndo perigo.
Vykos coloca Parmênides em frente a um espelho, e ele percebe estar com o rosto de Ravenna, o carniçal de Vykos a quem matou quando chegou no apartamento. A tzimisce diz que tem uma tarefa para Parmênides...

Sexta feira 25 de junho de 1999, 23h58min
Oregon Hill
Richmond, Virginia

Dom Carlos do clã Toreador vai encontrar-se com o príncipe Thatchet, e entregar uma mensagem de que descobrira por fontes seguras sobre uma iminente invasão sabá na cidade. Dom carlos é um traidor que pretendia usar o sabá para destruir o príncipe e os anciões para que ele próprio ficasse no poder. Ele sem saber havia aberto o caminho para um ataque sabá naquele exato momento. O grupo sabá liderado pelo comandante albino adentra a sala e mata o príncipe usando tenebrosidade e uma moto-serra. Albino revela que matará todos os anciões da cidade, trai Dom Carlos e também o mata. Albino sai levando 2 cabeças decepadas.

Sábado 26 de junho de 1999 , 02h13min
Perto da zona portuária
Washington DC

Hardin entra num bar que imediatamente reconhece pertencer aos Brujah. Hardin usa seus poderes e detecta a presença de 7 vampiros. Depois disso ele estripa uma mulher usando uma faca, e seus comparsas abrem fogo...os Brujah retaliam partindo pra cima. Os Brujah perdem a batalha e o grupo sabá vai embora.

Sábado, 27 de junho de 1999, 00h05min
The Arcanum Chapter House, Georgetown
Washington DC

O chanceler Abraham, da fraternidade de Arcanistas estava em seu carro numa rua deserta. Subitamente um homem albino que surge do nada, quebra o vidro da janela e o puxa para fora. Logo depois só havia o silêncio

Domingo 27 de junho de 1999, 00h49min
Reagan National Airport
Washington DC

Vykos e Ravenna descem do avião e entram numa limousine. Ambos rodam pela cidade e vêem em chamas alguns dos refúgios do príncipe Ventrue Marcus Vitel. A dupla sai da limousine e se encontra com o albino e alguns membros sabá. O albino entrega a cabeça de uma das crias do príncipe, dizendo que foi quem causou a maior resistência até o momento. Vykos e Ravenna vão para o Hotel presidencial e o assamita percebe sombras não naturais disfarçadamente misturadas ao ambiente, era Vallejo.
O lasombra relata que o Ventrue está encurralado, mas que não foi atacado tal como vykos havia ordenado. Vallejo também relata que o príncipe deseja negociar. Vykos sobe para negociar, dizendo que faria um telefonema indicando que Ravenna deveria subir com a cabeça da cria do príncipe. O plano da Tzimisce era fazer um “teatro” para que Parmênides matasse o príncipe. 
Lágrimas correm nos olhos de Vitel ao perceber de quem se tratava a cabeça. Parmênides estava psicologicamente abalado com sua mudança corporal, com a perda de identidade, com o “abandono” de seus mestres...e por no íntimo não querer servir aos caprichos da tzimisce. Essa hesitação fez com que o Assamita fosse um segundo mais lento do que Vitel, que conseguiu desviar do empalamento. A bengala pontuda de Ravenna perfurou o ombro do ventrue ao invés do coração. O príncipe se lança pela Janela em fuga, mas nem mesmo Vykos e Vallejo conseguem impedí-lo.
Ravenna fica ao chão se sentindo fracassado, com conflito de sentimentos favoráveis e de ódio com relação a sua captora.
Observação: Vykos desde que o capturou vive num jogo psicológico com o assamita para “seduzir” sua lealdade.

Quarta feira, 30 de Junho de 1999, 00h51min
The Castle, The Smithsonian Institute
Washington DC

Vykos observa a cidade do alto de um prédio, satisfeita por tomar a cidade mais poderosa do continente. Seus convidados já haviam retornado do grande cerco e ataque por toda costa Leste. A tzimisce analisa as possíveis traições sutis dos Lasombra, bem como a intenção de Borges de colocar seu protegido no controle de Washington etc etc. Vykos estava preocupada com a incapacidade do sabá de destruir o último foco de resistência da cidade, a capela Tremere.
Novamente Vykos desdobra e lê a carta emotiva enviada por Lucius. Ravenna aparece e diz que já está na hora da reunião do sabá, e que tentarão matá-la. A tzimisce diz que já estava ciente disso, mas que possui uma apólice de seguro. O assamita protesta, mostrando as pernas ainda não completamente recuperadas dos danos que ele causou ao resistir às modificações de Vykos. A tzimisce diz que desta vez ele não falhará

Sasha Vykos, a nova Arcebispo de Washington DC
Sexta feira, 2 de Junho de 1999 , 1h22min
Manhattan, Nova York

Witgenstein desce por um poço de 5 km de profundidade até um local chamado de Covil do Dragão, um lugar onde foram instaladas as prensas do Times. As máquinas monumentais causavam tanta vibração que precisaram ser fixadas nas rochas. Ao chegar em seu destino, Witgenstein percebe que há algo errado, algo impossivelmente errado. As prensas pareciam ter um brilho molhado. Tiras espessas e viscosas como algas bloqueavam os rolos titânicos – a prensas eram capazes de esmagar quase qualquer coisa. A cabine/elevador atinge a água e submerge. O pobre homem morre afogado.

Lá embaixo, aquele que tinha se emocionado com o zumbido incessante das prensas retornou as suas contemplações.

FIM

Próximo: Resumo do Romance de clã Gangrel (Clique aqui)
Para ver o Romance de clã anterior ao Tzimisce, clique aqui



Nenhum comentário:

Postar um comentário