sábado, 8 de agosto de 2015

Amor além do túmulo

     
                                       
                                                 "I will love you until infinity runs out"

By Acodesh

Amor além do túmulo

Mais de um vampiro abraçou um mortal pelo qual estava apaixonado, e mais de um vampiro veio a se arrepender desta decisão.. Manter uma amizade, e menos ainda uma paixão ardendo pelo tempo equivalente a uma vida humana já é difícil o bastante. Manter a atração viva para sempre é quase impossível.
     Alguns casais recorrem ao laço e sangue mútuo para reforçar o seu amor, mas tal amor nunca será algo confiável. Nenhum dos membros poderá saber se o outro não havia se submetido a laço de sangue com outrem antes, e a partir de dúvidas como esta, surgem a preocupação, o ciúme e as hostilidades. Adicionalmente, amantes que recorrem ao laço de sangue descobrem que seu conteúdo emocional é artificial, inferior ao sentimento real. Assim sendo passam a lamentar o laço - e o próprio relacionamento.
     O único outro método com consistência funcional é amar a distância. Dois amantes imortais, ao descobrirem que seu relacionamento está começando a murchar, se separam. Embora possam manter algum contato, geralmente vão para o mais longe possível um do outro, e se comunicam indiretamente, através de amigos e de correspondências. Conforme os anos passam, a intensa chama que sentiam um pelo outro irá desaparecer ou se transformar numa saudade ainda mais intensa.
     Finalmente, décadas ou séculos depois, os amantes uma vez mais se encontram. Eles podem combinar um encontro casual para se rever, ou "acidentalmente" aparecer na mesma hora e local. Quando descobrem que o antigo sentimento ainda existe, eles reacendem a antiga paixão - frequentemente mais intensamente do que antes. Neófitos podem nunca saber até que seja tarde demais, que o ancião que destruíram possuía tal amante.

Livro Elysium pág 63

2 comentários:

Airton Flavio disse...

Kra pq vc não lança o livro todo traduzido?

Luk Ygnos Maxuel disse...

Um dia eu lanço, caso ninguém o faça antes hehe

Postar um comentário