sábado, 1 de outubro de 2011

A morte de Baba Yaga - história completa parte 1

Post comemorativo de um ano do BLOG da New Vampiro Brasil!

Toda a Cena da morte de Baba Yaga, uma das vampiras mais poderosas do mundo finalmente estará disponível em português. Em poucos dias eu continuarei postando o restante do enredo.
Aproveitem! Outro post de tradução grande como esse só ano que vem rsrsrs.



"Por anos, os membros vem ouvindo histórias da Russia e se estremecem. Histórias da grotesca Baba Yaga e seu controle mortal sobre a Rússia se tornaram conhecidas em vários elíseos pelo mundo. As histórias contam que ela é uma Nicktucku, um matusalém que não é um vampiro e sim algo indescritível surgido das terras siberianas. As histórias contam que ela é verdadeiramente imortal e que só encontrara seu fim quando o próprio caim retornar.
  O enredo leva o grupo de St Pettersburg até os montes Urais e revela algumas verdades sobre as histórias a respeito de Baba Yaga. No fim, os personagens testemunham sua morte final.
Personagens para esta história não precisam ser necessariamente russos, mas se não forem é melhor que haja alguém com eles que fale o idioma. Do mesmo modo também será útil se alguém no grupo tiver conhecimento sobre folclore russo; tanto Baba Yaga como Koschei the Deathless são figuras principais dos contos de fada russos, e alguns destes contos soam curiosamente mais verdadeiros aqui. O narrador deve passar um tempo lendo um livro de histórias infantis russas, qualquer livraria deve ter um exemplar. Também é importante ter um atlas para que os jogadores tenham um senso de escala enquanto viajam pela Rússia.

Tema e Clima

O tema desta história é “escolha”. Os personagens nesta história iniciam uma terrível reformulação no clan Nosferatu. O grupo precisa de uma forte motivação para se envolverem nesta bagunça, e provavelmente no curso dos acontecimentos acabarão reavaliando estas motivações. Eles são livres para ir embora a qualquer momento, mas se o fizerem nunca saberão o que aconteceu. E a vantagem de saber pode justificar o risco de morte final.
O clima deve ser surreal, quase como um conto de fadas. Personagens de contos de fada russos aparecerão frequentemente, e os personagens podem se deixar envolver pelo clima, esquecendo que de fato podem ir embora a hora que quiserem. Entretanto, este conto de fada não é feliz ou superficial. Qualquer semelhança com histórias populares advém da imaginação russa, que é tão sombria e violenta como a dos Grimms.

Personagens nosferatu

O grupo encontra uma Nicktucku nesta história e se qualquer Nosferatu estiver presente, ele não o deixará sobreviver. Embora ter uma morte predeterminada incomode alguns jogadores, outros podem gostar deste destino, especialmente se puderem dar uns pitacos em como isso vai acontecer. Se o narrador estiver usando a regra opcional de qualidades e defeitos, pode sugerir a um dos jogadores que adote o apropriado defeito Destino Sombrio. Se o narrador não quiser abrir esta controvérsia, pode simplesmente vetar a criação de personagens nosferatu ou encontrar um modo de os deixar escapar . Se esta for uma crônica em curso a partir de histórias anteriores, o jogador pode não querer perder seu nosferatu. Seja qual for a decisão do narradorr, deve ficar claro para o nosferatu que sua fuga só foi possível porque a Nicktuku assim permitiu.

Antecedentes

No final de maio de 1998, Baba Yaga envia Viktor, o general de seu Exército da Noite com sua guarda pessoal para St Pettersburg. A velha os ordena que recuperem um pergaminnho que acredita mostrar a localização de seu senhor adormecido, o Antediluviano Nosferatu. Viktor não encontra o pergaminho, mas fica preso em St Pettersburg durante as Noites Claras.
As Noites Claras ocorrem em Junho na parte mais ao norte da Rússia perto do solstício de verão. O sol brilha de dia e de noite por 2 ou 3 semanas. Para mortais é um tempo de festividades. Para membros é um tempo de temor. Vampiros sábios vão para Moscow durante as Noites Claras. Viktor não tem esta opinião e escolheu se instalar fora da cidade. Ele instrui sua comitiva – a maioria do Exército da Noite da Velha – a fazer o mesmo. Ele minimiza o medo a respeito dos lupinos por considerá-los honrados demais para atacarem inimigos indefesos, já que luta contra eles faz anos.
Desnecessário dizer que isso foi um erro. Os lupinos locais facilmente detectaram os mortos vivos, os exumaram e destruíram. Mais de 20 vampiros encontraram a morte final (incluindo Viktor) juntamente com muitos de seus lacaios. Pouco depois de uma semana se passou antes que qualquer membro retornasse para St Pettersburg e descobrisse o que aconteceu.
Notícias dos assassinatos ecoaram entre vampiros do mundo todo. O evento se tornou conhecido como o Massacre das Noites Claras e piorou ainda mais a agourenta reputação da Rússia. Pra piorar a situação surgiu um rumor desconcertante – que os vampiros assassinados estavam em St Pettersburg procurando por uma pista da localização de um vampiro adormecido, talvez um Antediluviano. Leva um tempo até que as histórias cheguem aos ouvidos certos, mas depois da semana dos pesadelos, onde os membros estão entrando em pânico procurando sinais da Gehenna, as mortes de St Pettersburg parecem dignas de uma investigação.
Os membros estão portanto um tanto quanto ligados a isso. Por outro lado, temores sobre a Gehenna se espalham rapidamente, entre os membros anciões e aqueles que estudam as profecias. Estes membros estão desesperados para saber o que causou este massacre em St Pettersburg. Por outro lado a Rússia sempre foi universalmente considerada como território hostil a vampiros, pois os que se aventuram por lá raramente retornam. Como o grupo lidará com a tarefa de investigar o massacre fica a critério do narrador, mas uma sugestão é que o estejam fazendo a mando de um grupo de poderosos anciões.

Outros eventos

Se os personagens forem russos ou tiverem contatos na Rússia, podem ter ouvido estranhas histórias sobre vampiros e carniçais locais. Uma destas histórias é a respeito de uma série de assassinatos em Moscow. Numa única noite, assaltantes roubaram, atiraram, esfaquearam e queimaram 8 pessoas. Três das vítimas foram mortas numa igreja ortodoxa; este é o único fato que torna a notícia de amplitude internacional.
Além disso, histórias de ataques em instalações militares que custam inúmeras vidas e milhões de dólares em prejuízo, começam a circular algumas noites depois dos assassinatos de Moscow. Vampiros investigadores que tenham visto as consequências do ataque lupino podem notar similaridades: vítimas feitas em pedaços por grandes predadores, equipamentos que não funcionam, sobreviventes em estado de insanidade e delirando a respeito de ursos ou lobos furiosos
Finalmente, vampiros que prestam atenção na comunidade vampírica como um todo podem ter ouvido do assassinato de um Brujah chamado Pavel. Ele tinha uma grande influência na Rússia, particularmente em Moscow, mas ele e seus impressionantes 10 carniçais foram feitos em pedaços, aparentemente por lupinos.
O grupo não deve receber estas informações logo de cara, mas quando descobrirem podem imaginar que estes eventos estão conectados. As vítimas em Moscow eram todas magos, membros do Exército Arcano de Baba Yaga. Com a morte deles, a Cortina das Sombras ao redor da Rússia enfraqueceu, permitindo aos lupinos finalmente chamar reforços e começar suas próprias campanhas. Os ataques a Pavel e a bases militares são o primeiro esforço contra os Exércitos da Guerra e da Conversão.

Indo até lá

O motivo pelo qual os personagens escolhem (ou são escolhidos) a investigar este assunto depende largamente da crônica em questão. Se os personagens estiverem investigando cultos da gehenna ou outros fenômenos do oculto, talvez o massacre seja um bom começo. Se os personagens forem russos, há a chance de que Durga Syn ou Baba Yaga já cruzaram seu caminho, pelo menso indiretamente. Ambas querem saber o que aconteceu em St Pettersburg.
Talvez os personagens não estejam muito interessados em quem matou os vampiros e sim no que eles estavam procurando antes de morrer : a localização do Antediluviano Nosferatu. 
Se você escolher este caminho, então o grupo deve ter pelo menos um nosferatu , mas veja a advertência anterior a respeito de personagens nosferatus. Um nosferatu npc é sempre uma boa opção.
Viajar para St Pettersburg pode ser tão fácil ou tão difícil como você escolher. Os personagens podem optar por voar até a cidade. Um modo mais cauteloso e lento é viajar por trem. Um bom atlas mostrará as vias férreas por toda a rússia. Por fim, St Pettersburg é uma cidade portuária, e os personagens podem viajar por mar. Se forem nativos da Rússia obviamente a viagem será muito mais fácil; talvez os personagens já sejam de St Pettersburg e neste caso as investigações podem começar muito mais cedo, logo após o Massacre."

Traduzido por Acodesh
Nights of Prophecy - págs 87 a 89

CONTINUA!!

2 comentários:

GullVeigg disse...

Em Paris vivemos dias de Gehenna, confesso que esse texto me deu inumeras ideias !!!
Gull

New Vampiro Brasil disse...

Fico feliz do texto ter ajudado :D

Postar um comentário